Páginas

28 de jun de 2011

Recordação!

Sábado, assistindo Tv, debaixo do edredom. Num frio que doí e numa solidão...oh dó!
Vi que não é só eu que canto músicas das antigas... o Rodrigo Faro também...oh que chik!
A música é meio triste, mas quando agente é criança só canta o refrão não é mesmo?
Duvido que você não lembre!


Eu tenho andado tão sozinho ultimamente
Que nem vejo a minha frente
Nada que me dê prazer
Sinto cada vez mais longe a felicidade
Vendo em minha mocidade
Tanto sonho perecer
Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer
Às vezes saio a caminhar pela cidade
À procura de amizades
Vou seguindo a multidão
Mas eu me retraio olhando em cada rosto
Cada um tem seu mistério
Seu sofrer, sua ilusão
Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Participe!